Urologia

Urologia: A urologia é a especialidade médica que estuda e trata as doenças do aparelho urinário masculino e feminino (rins e vias urinárias), do aparelho genital do homem (testículos, vias seminais e genitais externos) e ainda de alguma patologia das glândulas supra-renais. Utiliza tratamentos médicos (fármacos), cirúrgicos e algumas manobras diagnosticas e terapêuticas mais simples.

 

Algumas das principais áreas de actuação são:

1. Doenças dos rins e vias urinárias:

  • Litíase – calculose renal – “pedras nos rins”

ALERTA: UMA HIDRATAÇÃO ORAL ABUNDANTE – SUPERIOR A 2,5 LITROS DE ÁGUA POR DIA - AJUDA A PREVENIR FORMAÇÃO DE CÁLCULOS (PEDRA) EM PESSOAS COM PREDISPOSIÇÃO À SUA FORMAÇÃO.

  • Tumores benignos e malignos
  • Doenças renais quísticas – Quistos renais
  • Infecções e inflamações do tracto genito-urinário:
    Doenças sexualmente transmissíves
    Pielonefrites (infecções do rim), cistites (infecções da bexiga), uretrites (infecções da uretra)
    Balanites e fimoses (inflamações e apertos do prepúcio) – que podem necessitar tratamento farmacológico local ou mesmo circuncisão.
  • Disfunções vesicais: hiperactividade vesical (urgência urinária, micção com muita frequência), bexigas sem contractilidade, sequelas de AVCs, outras doenças neurológicas e de traumatismos vértebro-medulares e da bacia.

 

2. Malformações genito-urinárias

  • Refluxo vésico-uretérico – urina que reflui da bexiga para o rim e pode infectar e destruir o rim.
  • Hipospádias – posição anómala do orifício uretral (por onde sai a urina) na parte inferior do pénis.
  • Testículos mal descidos – quando as crianças (ou adultos) não apresentam os testículos na sua posição normal.
  • Síndrome da JUP – apertos a nível da junção entre o ureter e o bacinete.

ALERTA: AS MALFORMAÇÕES DO APARELHO URINÁRIO SÃO DAS ANOMALIAS CONGÉNITAS MAIS FREQUENTES E ALGUMAS PODEM SÓ MANIFESTAR-SE NA IDADE ADULTA.

 

3. Tumores Urológicos

ALERTA: SANGUE NA URINA É SEMPRE UM SINAL DE ALARME.

  • Tumores do Rim
  • Tumores do Ureter
  • Tumores da Bexiga

ALERTA: O PRINCIPAL FACTOR DE RISCO PARA OS TUMORES MALIGNOS DA BEXIGA É O TABAGISMO CRÓNICO. OS FUMADORES DEVEM ESTAR ALERTA E CONSULTAR O MÉDICO PERIODICAMENTE PARA FAZER ESTE RASTREIO.

  • Tumores do Testículo

ALERTA: O TUMOR DO TESTÍCULO É CANCRO MAIS FREQUENTE NOS HOMENS ENTRE OS 18 E 35 ANOS. A MAIORIA SÃO CURÁVEIS SE DIAGNOSTICADOS EM FASES PRECOCES. QUALQUER MASSA SUSPEITA NO TESTÍCULO DEVE SER ESTUDADA PELO MÉDICO. A AUTO-PALPAÇÃO DOS TESTÍCULOS É ESSENCIAL.

  • Tumores do Pénis

ALERTA: LESÕES DE ASPECTO SUSPEITO OU FERIDAS CRÓNICAS COM CICATRIZAÇÃO DIFÍCIL, INCOMPLETA OU RECIDIVANTES NO PÉNIS DEVEM SER OBSERVADAS POR UM ESPECIALISTA COMPETENTE. AS POMADAS NÃO TRATAM ESTES TUMORES.

 

4. Patologia prostática

  • Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP): tratamento médico e cirúrgico. Dificuldades na micção, sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, gotejamento após ter urinado, necessidade de se levantar várias vezes durante a noite para urinar, jacto fino e fraco.
  • Carcinoma da próstata : doença maligna que pode não dar sintomas na sua fase inicial.
  • Prostatites agudas e crónicas (inflamações da próstata)

ALERTA: TODOS OS HOMENS A PARTIR DOS 45-50 ANOS DEVEM SER SUBMETIDOS A DOSEAMENTO DO PSA E TOQUE RECTAL ANUAIS. PODE SER NECESSÁRIO EFECTUAR UMA BIÓPSIA À PRÓSTATA PARA CHEGAR AO DIAGNÓSTICO.

PSA

 

MAIS CEDO SE HOUVER HISTÓRIA FAMILIAR DE CANCRO DA PRÓSTATA.

O CANCRO DA PRÓSTATA PODE SER CURADO SE DIAGNOSTICADO PRECOCEMENTE.

 

5. Andrologia – “Doenças dos homens”

 ALERTA: AS DISFUNÇÕES SEXUAIS MASCULINAS SÃO MAIS FREQUENTES DO QUE SE JULGAVA E EXIGEM ESTUDO E TRATAMENTO. PODEM SER O PRIMEIRO SINAL DE OUTRAS DOENÇAS MAIS GRAVES.

  • Disfunções sexuais
    • Diminuição desejo sexual
    • Alterações do orgasmo
    • Alterações da ejaculação (ejaculação prematura ou precoce)
    • Disfunção eréctil (Impotência)
  • Andropausa – “menopausa masculina” – depressão, perda de desejo e potência sexual, perda de força e massa muscular.
  • Curvaturas peneanas: pénis curvo que impede as relações sexuais
  • Infertilidade conjugal de causa masculina

ALERTA: MAIS DE 90% DOS CASAIS QUE O DESEJAM, CONSEGUEM UMA GRAVIDEZ APÓS 12 MESES DE RELAÇÕES SEXUAIS NÃO PROTEGIDAS. MUITAS CAUSAS DE INFERTILIDADE TÊM UMA CAUSA IDENTIFICÁVEL QUE PODE SER TRATADA. EM CERCA DE 50% CASAIS EXISTE UM FACTOR MASCULINO ENVOLVIDO. O ESPERMOGRAMA É O EXAME BÁSICO. PODEM SER NECESSÁRIAS BIÓPSIAS DO TESTÍCULO.

 

6. Urologia feminina

  • Cistites (infecções urinárias de repetição)
  • Incontinência urinária (perdas involuntárias de urina)
  • Prolapsos pélvicos

ALERTA: EXISTEM HOJE EM DIA TERAPÊUTICAS MÉDICAS E CIRÚRGICAS ALTAMENTE EFICAZES PARA TRATAR A INCONTINÊNCIA URINÁRIA FEMININA. AS MULHERES COM ESTE PROBLEMA NÃO DEVEM TER VERGONHA E ESCONDER ESTE PROBLEMA AO SEU MÉDICO.

 

Médico Urologista

Dr. Pedro Nunes
Serviço de Urologia e Transplantação Renal dos Hospitais da Universidade de Coimbra

Preço

1ª Consulta: 80.00€
Restantes Consultas: 70.00€

Contacto
ptnunes@gmail.com

 

Para fazer marcação de consulta entre em contacto connosco